quinta-feira, 10 de março de 2011

Vintage


Detectadas em pesquisas da Whirlpool, a influência do vintage foi observada claramente no campo da moda, música e decoração. Vestígios de elegância, glamour, feminilidade e cores dos anos 40 e 50.
Para dentro de casa, a Brastemp trouxe a releitura da escala cromática utilizada na época. “O que acontece não é uma replicação exata, mas uma reinterpretação de cores com uma pitada contemporânea”, diz o gerente geral de Design e Inovação, Mario Fioretti, sobre as cores utilizadas nos novos produtos Brastemp Retrô (geladeira e fogão). “Os consumidores investem em um eletrodoméstico diferente, como a família Retrô, que, sem dúvida, é um ponto de exclamação em suas cozinhas”, completa Fioretti. Daí as cores fortes e bem marcantes. As cores vermelho, preto e amarelo foram escolhidas para dar ainda mais impacto a produtos com muito estilo e ousadia.













































O estudo para a escolha destas cores foi feito olhando para a história das marcas Brastemp e Consul. No caso do vermelho, por exemplo, é uma cor que marcou muito a linha do tempo dos eletrodomésticos. Ao lado dos azuis-claros e amarelos-patinho, muito em moda nos anos 50 e 60, o vermelho era a cor que chamava a atenção, principalmente no início dos 70, quando a contracultura estava acontecendo. “Era o ‘ponto de exclamação’ das decorações naquela época", diz Fioretti.

Um comentário:

Otávio disse...

Nossa, eu faria uma casa inteira no estilo "vintage". Dá uma aparência muito nostalgica, sei lá... é muito, muito bacana.

Sério, design de interiores neste estilo (e até a arquitetura completa da casa tentando remeter à década de 50) é muito legal!

Abraços
Otávio
Habitissimo Brasil