quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Tempos modernos



 
 Bebê à vista e é aquela correria para deixar seu cantinho com o seu jeito, certo? E fica aquela dúvida: rosa ou azul? Quem sabe um verdinho? Não tem como fugir disso?
Tem! Pensando em quartos de crianças que vão além dos tons pastéis e monocromáticos, a Hips Retrô criou uma coleção de móveis e objetos de decoração personalizados que dão vida ao cantinho mais especial da casa para os pequenos. As estampas alegres brincam com as cores e os temas e estão disponíveis em uma infinidade de modelos customizados pela artista plástica Helena Ribeiro dos Santos, proprietária da grife, e por sua equipe, que fazem as peças artesanalmente com materiais nacionais e importados. Muitos móveis
são únicos, portanto raramente um cliente adquire um modelo igual ao do outro.
Para acompanhar o crescimento das crianças que cresceram a grife repagina móveis usados, reformando-os com tecidos, pinturas e apliques escolhidos pelo cliente ou pelo próprio atelier.
O manequim reaproveitado foi revestido com a técnica de decoupage e é ideal para quarto de meninas. Multifuncional, pode ser usado para apoiar a roupa do dia seguinte, pendurar bolsas ou apenas como decoração.
 O cabide de madeira é apropriado para quarto de crianças e pode ser usado em cantinhos estratégicos para pendurar roupas, toalhas e roupões dos pequenos. O modelo é revestido com retalhos de tecidos estampados em cores alegres seguindo as técnicas de patchwork.
A poltrona de amamentação foi customizada por Helena Ribeiro dos Santos com revestimentos da grife Ralph Lauren combinados com tecidos nacionais. O pufe romântico de babados e laço em linho pode ser usado tanto como apoio para os pés quanto como banco. O interessante do mobiliário é que
ele não precisa ser descartado depois que o bebê crescer, pois pode ser utilizado facilmente em outros ambientes da casa.
Deu vontade de comprar tudo, mesmo não tendo mais um  bebê em casa...
Hips Retrô R. Prof. Atílio Innocenti, 43 Tel.: (11) 3078-4844
Itaim Bibi, São Paulo, SP.

Nenhum comentário: