terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Inspire-se!

  A equipe de marketing da marca Antron®, filamento contínuo de alta tecnologia e elevada performance, desenvolvida especialmente para carpetes e tapetes, realizou uma pesquisa abrangente sobre as macro tendências de design mundial.
Intitulada “Reinterpretações: O sinal dos tempos”, a pesquisa apresenta as macrotendências social, econômica e política existentes em âmbito global e que influenciam o design da atualidade, inclusive a seleção de cores, padrões e texturas. As informações partiram de uma ampla pesquisa de fontes – desde periódicos de design e publicações internacionais de ciências e negócios a estudos de tendências da moda na América do Norte e Europa, além de informações internas compiladas por outras áreas de negócios da Invista, empresa detentora da marca Antron®.






As tendências macrossociais são conceitos sociais em âmbito mundial, características sob as quais a realidade pode ser entendida de forma sistemática e com projeção de três a quatro anos. Essas características servem de base para as empresas desenvolverem novos produtos, conceitos ou comunicações, uma vez que fundamentam e contextualizam as tendências menores como, por exemplo, uma palheta de cores de vestimentas. “Quando abordamos as tendências a partir da perspectiva do design, precisamos examinar os impulsionadores do design de forma mais holística”, explica Maria Pia Delfrate, gerente comercial de fios para carpetes e tapetes da Invista para a Argentina. A gerente explica que o objetivo da pesquisa é trilhar novos caminhos para ir além das cores e ampliar o conhecimento para compreender as raízes das tendências gerais do design.

São quatro grupos de tendências opostas: Minimalismo Urbano e Novo Boho, Militar e Romântica, Retro anos 40 e Tecnologia Moderna, Retro anos 60s e Folclore. Essas tendências consideram nosso passado com uma saudação para o futuro.
Conheça!

Minimalismo Urbano: tentativa de jogar fora tudo que é supérfluo e chegar a um estado puro e essencial que tenha significado. Trata-se de um diálogo de alto refinamento, simplificação e enfoque intenso. A palheta de cores é composta de tons neutros mais escuros e quentes com tonalidades vermelhas. Os tons cinza são puxados para a cor púrpura reconfortante, o marrom é quente, não amarelado. O aspecto primordial dessa tendência é o contraste controlado e bem refinado de acabamentos: fosco/brilhante, texturizado/liso em cores similares.

Novo Boho: é o contraponto do Minimalismo Urbano. Explora o otimismo, assim como sua expressão individual. Boho é um termo veiculado há algum tempo, geralmente em um contexto étnico. Embora tenha suas raízes em uma configuração global, expandiu seu enfoque para abranger os conceitos de não permanência, exploração e pluralismo cultural. A palheta de cores é esmerada e saturada variando em todos os tons, entre o médio e escuro da escala. Os acabamentos metálicos prevalecem; adornos espelhados e reflexivos são complementares.

Militar: em tempos de incerteza, com pouco segurança e a sensação de isolamento, há o desejo de controlar. Mas não se trata de camuflagem, batalhas ou guerras, mas de formalidade, formação, ornamentos e detalhes. A tendência é uma expressão altamente estilizada de uniformes de gala.
Cores puramente tradicionais, neutras e com acentos metálicos compõem a história dessa tendência.

Romântica:  entra em contato com todas as coisas femininas e seu lado humano mais
delicado. Os detalhes são discretos, a aparência é sutil, etérea ou transparente. Celebra o que é precioso, sofisticado e super refinado, tem fluidez e movimento. As cores suaves predominam veladas por tons neutros de pele. Materiais clássicos são evidentes como, por exemplo, renda, pelica, cetim e acabamentos perolizados e iridescentes. Quando combinados, essas duas tendências diferentes oferecem a volta no tempo em busca de conforto e um meio de satisfazer nossa necessidade de controle.
Retro anos 40: a década de 40 do século passado pode ser dividida em duas partes: o período da 2a Grande Guerra Mundial e o pós-Guerra que vai além o início dos anos 1950. A década de 40 é caracterizada por um período de estresse extremo e frugalidade e depois por sentimentalismos e doçura. Na metade dessa década, a prosperidade material ainda não havia sido estabelecida e as casas eram pequenas. Já o período pós-Guerra é a era de otimismo voltado para o futuro: avanços tecnológicos centrados agora em bens para as massas. Durante esse período, a palheta inicialmente mais escura clareia e é dominada por cores suaves como rosa, menta e azul-esverdeado. Já na década de 50, as cores eram em tom pastel. O uso de contrastes entre as cores e padrões prevalece. Era uma época na qual o lar estava o centro do universo.

Tecnologia Moderna: é o contraponto ao crescimento do consumismo da década de 40. Baseia-se na ciência e na tecnologia, mas também em nossa obsessão com as redes sociais, filmes de ficção científica, o Avatar,  nossa constante busca da utopia, robótica e androides. Incluí todas as coisas técnicas: carros, telefones, edifícios e tecidos inteligentes. Há uma abordagem de atração de opostos para combinar cores em uso, resultando no contraste de tons complementares (vermelho/verde, amarelo/púrpura, azul/alaranjado) em excelentes valores de brilho. As formas são volumosas e acolchoadas.
Retro anos 60s:  estilo impulsionado pela juventude com atitudes completamente diferentes daquelas mantidas por seus pais. Era da contra-revolução, Rock and Roll, Ídolos bad boys - James Dean, Movimento Feminista, questionamento dos modelos raciais e exploração e aceitação do uso de drogas. Formas fluídas e esculturais, geométricas , inspiração na natureza, reinterpretadas. É comum a expressão visual da música popular da época, mostrando a qualidade “psicodélica" na década de 60. Qualidade arrojada, gráfica e em grande escala das padronagens, sendo a cor em si é lisa, forte e usada principalmente em alto contraste.

Folclore:  trata da celebração da arte e sua linha consistente, transpassando gerações. Tem origem em sociedades assentadas em regiões montanhosas do planeta com clima tipicamente mais frio: Nórdica, Inuíte, Andina e Tibetana. São duas orientações distintas de palhetas para essa tendência.: o solo e a terra natural,  numa palheta marrom rica e quente, e o uso de materiais encontrados naturalmente, como pele e lã,  adorno predominante. Abundante em textura, padrões e tradições com um elevado grau de trabalhos manuais e de qualidade. Representa tudo que é durável e forte de nosso passado.

A Invista é uma das maiores produtoras integradas de polímeros e fibras sintéticas do mundo, especialmente para aplicações de náilon, spandex e poliéster. Presente em mais de 20 países, possui um grande portfólio de marcas globais que inclui Lycra®, Tactel® Antron®, Avora®, Coolmax®, Supplex®, Thermolite®, entre outras. Para maiores informações, visite o site www.invista.com.

As ideias estão ai. Mas a Antron® lembra que  são só ideias, parâmetros, pontos de partida. 
E mais importante que conhecê-las, o ideal é explorá-las!

Nenhum comentário: