quinta-feira, 8 de novembro de 2012

70s

  



 
 
 
O Loft Rock and Roll anos 70, é um espaço conceitual de 35 m2 criado pela arquiteta Gisele Vicenzi para a mostra Casa e Cia Serra 2012, que acontece de 17 de outubro a 03 de dezembro, em Caxias do Sul (RS). E traz peça de Sérgio Rodrigues.
 
Que o vintage e o retrô - duas coisas compeltamente diferentes -  estão em alta, é notório. Mas e quando vem super caracterizado?
O Loft Rock and Roll anos 70,  na Mostra Casa  e Cia Serra, é um ótimo exemplo. O ambiente tem referências baseadas na década de 70, marcada por um glamour pra lá de ousado, com suas estampas psicodélicas e o uso de cores fortes. O pano de fundo perfeito para o mobiliário de linhas sinuosas. Na música, várias vertentes de rock - o progressivo, o punk rock e o hard rock - compõem a trilha sonora do espaço. 
De estilo ousado, descolado e alternativo, o lounge multifuncional é dedicado a alguém que gosta de receber, estar entre amigos, ler, compor, tocar, oferecer um jantar. Para cada cenário existe uma luz, através da automação dos pontos criada pela arquiteta Gisele Vicenzi. 
A profissional optou pela escolha de dois acabamentos lançados pela S.C.A. neste ano, e que perfeitamente se encaixaram nessa pegada rocker. O Verde Lago alto brilho, um tom verde azulado, de personalidade forte, é usado na bancada, o centro das atenções do ambiente. A peça ganha continuidade no tom cinza e projeção curva.  No grande armário repleto de nichos que cobre boa parte da parede, o lançamento Tartufo da S.C.A. ganha destaque. O revestimento é um laminado melamínico de tom neutro, leve efeito perolizado e textura exclusiva, fácil de combinar. 
A elegância da decoração é valorizada pela diversidade de materiais utilizados. Muitas formas -  geométricas, curvas, assimétricas, em uma identificação com os anos 70, principalmente nos estofados, na bancada, nas cadeiras, no carpete, no papel de parede psicodélico e na textura dos painéis de parede que usou gravação a laser. O Grafismi é uma tecnologia exclusiva da S.C.A. que personaliza ambientes através da gravação a laser de estampas em peças de mobiliário ou painéis de parede. A ideia é mostrar que  pode ser utilizado como alternativa de revestimento, como uma obra de arte, e não apenas nos móveis. “Optei pelo painel em Grafismi como pano de fundo para a bancada no acabamento Verde Lago alto brilho, que segue a tendência “color block”. O conjunto segue o que é atualmente ditado na moda e na decoração”, conta Gisele. 
Assim como no rock dos anos 70 onde a atitude colocada nas músicas era fundamental,  peças vintage como a ultra confortável poltrona Mole de Sérgio Rodrigues, revestida em couro caramelo, com sua robustez e design marcante não passam despercebidas e tornam o ambiente único. Ainda, quatro telas de 1x1m formam uma tela única e foram pintadas pela artista Mádia Bertolucci especialmente para o espaço.
 
 

Nenhum comentário: