quinta-feira, 11 de julho de 2013

Vai um vinho?



O inverno é a estação perfeita para degustar um bom vinho. Saber escolher um bom vinho é muito bom. E saber conservá-los é uma dica essencial! 
Mas nada há de mistério ou dificuldade nisso. A alemã Liebherr , disponível no Brasil através da Lofra, oferece caves com tecnologia de ponta para permitir o acondicionamento ideal de vinhos tintos, brancos, roses ou champagne. Ou seja: indispensável a bons apreciadores de ano todo. E tem uma cave para cada tipo de consumidor - seja pela estética da peça, o local a ser instalada,  ou consumo das bebidas.  
Prefere de piso ou de embutir? A Cave WS 4000, por exemplo, em inox, é de piso e tem duas zonas de temperatura, guardando 44 garrafas. A WS 4000 oferece numerosas inovações para a perfeita conservação de vinhos. O painel de controle é integrado à área de isolamento das duas zonas de temperatura, permitindo assim ajustar duas diferentes temperaturas entre + 5 °C e + 20 °C.  Armazena vinhos tintos e brancos de acordo com sua preferência – use toda a cave para apenas um deles ou armazene ambos, cada um com sua temperatura de consumo ideal. Sua porta em vidro com uma elegante moldura em aço inox de alta qualidade permite desfrutar uma requintada experiência com seus vinhos antes mesmo de você selecionar uma garrafa. A iluminação interna por LEDs pode ser regulada por um dimmer, criando uma atmosfera no ambiente.
Já a Cave WU 4000 é de embutir e oferece as mesmas inovações para a perfeita conservação de vinhos.  Como a cave realiza sua ventilação apenas através do seu rodapé frontal não há necessidade de outras aberturas de ventilação e ela pode ser embutida nos móveis de sua casa de forma fácil e elegante. No mais, tudo conforme a WS
De piso ou de embutir? Escolha e comece sua adega particular!
Ainda com dúvida?  Um serviço de atendimento a arquitetos e decoradores interessados em conhecer mais sobre os produtos, suas vantagens e formas de embutimento está disponível através do telefone 0800 757-5757 ou do site www.lofra.com.br.


Nenhum comentário: