sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Lattoog + Schuster



Uma das coleções de design e mobiliário que mais espero são a da gaúcha Schuster, que esse ano apostou firme na madeira, seja em estofados, mesas ou até luminárias. 

E porque gosto tanto? Pelo "simples" fato de que a Schuster não lança nada sem assinatura de um bom designer. E mais: faz questão de divulgar isso. O próprio site da empresa é um catálogo maravilhoso que conta a história de cada designer que passa por lá e deixa a sua marca. 

Como a  Lattoog, já " prata ( ou ouro?) da casa" e que traz essa delícia de  poltrona, com ares bem retrôs,  que me lembram a infância ( desde já antenada nisso...). A Poltrona Casco traz a dualidade e contraste entre a forma curva do assento em fibra de vidro, apoiado sobre base retilínea de madeira, material que reaparece maciço na estrutura do móvel. Uma configuração que torna esse elemento instigante e visualmente independente da concha do assento.

Lattoog, mais do que a fusão entre os nomes dos sócios, o arquiteto Leonardo Lattavo e o designer Pedro Moog, é a proposta de uma experiência inovadora em design e arquitetura, marcada pela pluralidade de duas formações diferentes mas complementares.  Têm o mérito de aliar o racionalismo das tecnologias de ponta à intuição, poética e subjetividade dos objetos de arte. O resultado: peças funcionais com linhas harmônicas, ora orgânicas e sinuosas, ora geométricas e rascantes. Utilizando elementos valiosos à nossa cultura, como tacos de madeira, azulejos estampados, gradis das casas de subúrbio, e os grafismos dos calçadões de pedra portuguesa, a Lattoog abre caminho em direção à internacionalização do design brasileiro sem perder sua ginga carioca.

É tanta coisa linda para se ver que vamos aos poucos, ok?

Nenhum comentário: