segunda-feira, 25 de julho de 2016

Tendências em pastilhas




A Super NGK, empresa referência em revestimentos porcelanizados no Brasil, apresentou em dois eventos a arquitetos, as Tendências em Revestimentos para 2017. Os encontros aconteceram no showroom da marca e reuniram cerca de 80 profissionais que, após as palestras, seguiram para uma visita à Casa Cor. As palestras, realizados em parceria com as lojas Tropobella e JT Esquadrias, fazem parte da política da marca de estar ainda mais próxima dos profissionais do setor.
Efeito artesanal, offbeat e tons da natureza
De acordo com a arquiteta responsável pelo desenvolvimento de paginações e projetos da Super NGK, Fernanda Quintas, uma das principais características dos revestimentos em 2017 será o efeito artesanal. “Hoje, com o mundo cada vez mais tecnológico, as pessoas buscam o conforto e o aconchego do artesanato. Esse contraponto pode ser observado em relação aos revestimentos”. A linha Rupestre Sfacettato, que está na page Cerâmicas da www.revestir.com.br é um ótimo exemplo disso. Com texturas foscas, as peças possuem três tonalidades que variam do branco ao cinza escuro. As cores, aliadas ao efeito geométrico do acabamento piramidal, realçam o movimento das peças causando a impressão de que as pastilhas foram esculpidas à mão, dando ao produto um aspecto natural.
Outra forte tendência, segundo Fernanda, são os estilos excêntricos e irreverentes, chamados offbeat“Efeitos psicodélicos, tons mais vivos e combinações de preto e branco, presentes na linha Maison, por exemplo, estarão em alta”. Já em relação às cores, a arquiteta ressalta o uso de tons da natureza e do cinza. “A simplicidade dos tons da natureza, presentes na linha Vulcanian, que destacamos hoje, tem um aspecto de cobertura aleatória, serão bastante utilizadas. Já o cinza substitui a utilização do bege e passa a ser o neutro da vez”, explica ela.
Antes um material utilizado quase que exclusivamente para revestir fachadas, quem sabe piscinas, as pastilhas passam por um momento de transição, tornando-se tendência em ambientes internos. "É uma quebra de paradigma, mas que mostra a versatilidade do produto. As pastilhas, além de revestirem paredes, podem ainda compor piscinas, churrasqueiras e lareiras, por exemplo", comenta a arquiteta. 
A meu ver, e não é de hoje, ficam ótimas dando personalidade à sala, modernidade à cozinha e até usadas como um irreverente piso - desde que se saiba onde e como...

Nenhum comentário: