sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Losto na Butzke











Ah, a Primavera...e essa vontade de viver mais tempo lá fora! E porque não???

 A Butzke, primeira empresa do país especializada em móveis de madeira certificada, voltados para o lazer, áreas externas e internas, apresenta Linha Otero, assinada pelo escritório Losto. Composta por cadeira com e sem braços, mesa de jantar, aparador, poltrona, banco de dois e três lugares e carro bar, todos produzidos em eucalipto, certificado FSC 100% e acabamento em stain e colors, Otero, é uma linha completa que procura atender várias possibilidades de composição e necessidades de uso.

Os aspectos ergonômicos e a preocupação nos detalhes da escolha dos materiais serviram de parâmetro para a criação da linha, que busca transmitir a simplicidade do design brasileiro “São peças com linhas marcantes, fortes e contemporâneas, desenhadas para serem usadas tanto em áreas externas como internas”,  segundo André Pedrini, designer da linha.

Mas quem é Losto?
Losto nasce com o propósito de criar peças com design atemporal, tendo como referência o mobiliário modernista brasileiro. Utilizando técnicas construtivas da marcenaria tradicional, a Losto desenvolve móveis de desenho autoral no qual projeto e prototipagem caminham juntos, gerando um cuidado a cada detalhe do processo. O resultado são peças em que a qualidade e a originalidade se destacam, tornando-as únicas e exclusivas.
                                                                                                                                                  
Sobre a centenária Butzke
Fundada em 1899, a empresa, instalada no município de Timbó (SC), é a primeira no Brasil a produzir móveis certificados pelo selo FSC (Conselho de Manejo Sustentável). O portfólio da marca exibe peças para áreas externas e de lazer, distribuídos no mercado nacional e no exterior. Sua produção se concentra na fábrica construída em 2002, uma área de 10.000 metros quadrados, e emprega mais de 250 funcionários.

Como sempre...gostei! Tipo #queromuitopramim!


Nenhum comentário: